7 Nov

Passado

Dears, Às vezes, o passado volta, surpreende-nos, tenta agarrar-nos e violentar-nos. Por vezes, consegue. Desta vez, não obteve nada, não permiti que me arrasasse ou que me trucidasse. Não permiti nem permito! Gosto muito mais de mim, agora, e tenho orgulho na minha vida. Adeus, tristeza, o mundo espera por mim!   H.